07.06.2017 / Manicure

Cuidados com a higienização

Utilizar os esmaltes em diversas clientes e reutilizar os materiais podem causar infeções nas unhas. Fique atento!

Os cuidados básicos que uma manicure precisa ter com seus equipamentos de trabalho não se limitam a esterilizar alicates, cortadores de unhas e espátulas. A higiene está muito além desses instrumentos de aço e, muitas vezes, o problema pode estar onde menos esperamos. Sim, nele mesmo, no esmalte!

Normalmente, os salões de beleza compartilham os esmaltes entre suas clientes, o que não é errado, mas pode ser um risco a partir do momento que o produto é utilizado em unhas que tenham alguma infecção, como micose, por exemplo.

Um estudo realizado pelo Laboratório de Microbiologia Médica chamado “Esmaltes: veículo de transmissão de doenças fúngicas na unha?” comprovou que esses vidrinhos cheios de cor podem ser um perigo para a saúde das unhas. Na pesquisa, foram coletados e analisados esmaltes em 10 salões diferentes. O resultado? 15% deles continham uma espécie fúngica.  

No salão de Luzia Costa, fundadora do Beryllos, até os esmaltes são descartáveis. A rede de cuticularia oferece um vidro individual de 4 ml e, após o uso, fica a critério da cliente descartá-lo ou levá-lo para casa. “Além de todo o cuidado com a saúde é também um agrado. É muito difícil termos clientes que descartam, mas se elas não levarem, as profissionais são orientadas a isso”, conta Luzia.

Mas os cuidados não param por aí. Para a dermatologista Ericka Aguiar, o uso de luvas também é uma forma de prevenir doenças e ressalta outro ponto de atenção: “Nunca reutilize alicates antes de autoclavar (ato de colocar as ferramentas no aparelho de esterilização). Ao acontecer algum sangramento, não colocar nenhum tipo de pó ou medicamento. Apenas comprima o local com um pouco de algodão e aguarde”.

Nayne Santos, nail designer do Studio Über, localizado em Moema (SP), reforça o comentário da dermatologista e conta que a frequência de esterilização deve ser feita após cada novo atendimento. Ela ainda ensina como manter a higienização das ferramentes de trabalho. “Após usá-los, lave-os com detergente e água corrente. Ao secá-los, coloque-os em sacos esterilizáveis para levar a autoclave”, pontua.